terça-feira, 11 de abril de 2017

domingo, 22 de janeiro de 2017

Happy Science

Nenhum texto alternativo automático disponível.Mais um livro do escritor japonês Ryuho Okawa. O Movimento Ciência da Felicidade está presente em diversos países.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Novo livro de Ryuho Okawa

"Meus Amados,  Atravessem o Vale de Lágrimas" é o novo título da Ciência da Felicidade. Nos fala sobre a importância da Fé e nos devotarmos aos Três Tesouros: Buda, Darma e Sanga.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Livros da Happy Science

 
Templo Ciência da Felicidade, Largo do Machado, RJ.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Discípulos de Buda*




“Meus Queridos discípulos
Uma vez mais, eu vos transmitirei
Uma importante mensagem**

Muitos de vocês já devem ter esquecido,
Depois de décadas vivendo na terra,
Do treinamento espiritual que fizeram
Em suas vidas passadas.
Mas eu declaro que todos vocês
Já foram discípulos de Buda,
Por inúmeras vezes nas vidas passadas
Vocês foram meus discípulos
No transcorrer de suas reencarnações.

Olhem profundamente em seus corações
E descobrirão um profundo e forte desejo
Pela busca do Caminho
Vocês encontrarão dentro de si
Um desejo de viver por uma causa muito nobre,
Não importa o quão difícil possa ser.
Na verdade, esse forte anseio
É a inspiração pela iluminação.

A existência do anseio pela iluminação
Dentro de seus corações,
É a prova de que vocês já foram meus discípulos.
Examinem o seu interior e deverão encontrar
Um intenso desejo pela iluminação.
Ou, ainda que seja um tênue desejo,
Ao encontrarem bem lá no fundo
Uma profunda e significante saudade,
Tenham a certeza de que
Vocês já foram discípulos de Buda no passado.
Por isso, é exatamente com vocês
Que eu quero compartilhar essas palavras importantes".



(*) Quem gosta ou simpatiza com os Ensinamentos Búdicos, de alguma forma, em vidas anteriores, já esteve ligado ao Darma, direta ou indiretamente.

(**) Recebida através da mediunidade do escritor japonês Ryuho Okawa.

- Livro: "O Buda Eterno", publicado pela Ciência da Felicidade, 2010.


domingo, 16 de outubro de 2016

Prática do Sutra Lótus



Vamos Presentear os Seres de Luz !


Estudando o Sutra Lótus hoje, compreendi que, em geral, nós, seres humanos, ficamos sempre pedindo favores aos Seres de Luz. Favores os mais diversos: na área de saúde, no âmbito profissional, familiar, afetivo etc.

E o máximo que fazemos é agradecer, manifestar a gratidão e, eventualmente colaboramos financeiramente com alguma instituição de caridade idônea.

“Mas só? !”

Foi esta a compreensão que ouvi do Mestre Lanto que me acompanhava na leitura. Disse ele de novo:

“Presta mais atenção no ensinamento, e você vai perceber que o texto fala em presentearmos os Budas”.

De fato, o Sutra fala em fazermos “oferendas celestes” aos Seres Divinos.

Podemos, até questionar, “mas os Budas iluminados precisam de alguma coisa nos Altíssimos Planos Celestes?”

E o mestre Lanto continuou: “Tudo bem, mas é só pedir, a Energia terrena é só pedir?”

Compreendi então que podemos e devemos compartilhar com os Seres Elevados “presentes espirituais” que consistem em boas vibrações, palavras construtivas e, sobretudo, a mudança para melhor em nossas atitudes, em nosso cotidiano, colocando em prática os belos preceitos dos Budas.

O leitor pode, também, presentear os seres de sua predileção do Ocidente. Com certeza eles vão gostar.

Assim, mestre Lanto disse: “Separe um caderno, uma agenda, uma caderneta e cada dia escreva uma palavra, pensamento, imagem e envie mentalmente como presente para um Ser Elevado”.

“Por exemplo – continuou o Mestre Lanto – nesse primeiro dia com esse tipo de treinamento espiritual, vamos oferendar uma palavra bonita ao Criador de muitos nomes, a Deus, ao Buddha Primordial”.

“A palavra que me vem à mente é Amor” – respondi.

“Ótimo – prosseguiu Lanto – vamos enviar as mais bonitas ondas de Amor para o Grande e Poderoso El Shaddai, como os antigos hebreus chamavam Deus.

“Imaginemos Deus como a Natureza, o Ecossistema e vamos repetir o ensinamento da Meditação Budista do Amor e da Compaixão Universal*: “Que haja Saúde, Que haja Paz, que haja Felicidade !”

“Mas pode-se perguntar: E Deus precisa disso, A Energia Primordial Criadora necessita disso?”

Mestre Lanto perguntou e ele mesmo respondeu:

“Esta Energia Sublime que nós chamamos Deus vai ficar muito feliz, muito alegre, muito contente, porque você está enviando para O Mais Alto dos Planos Siderais suas simples e humildes vibrações de Luz, mas que valem Muito”.

“E isso vai ficando lá em cima, na contabilidade dos Registros Akásicos. E o seu crédito, digamos ... vai aumentando ...”

“Amanhã você faz o mesmo procedimento com outra palavra chave e o fecho: “Que haja Saúde, que haja Paz, que haja Felicidade”.

“Quando eu vivi na antiguidade chinesa, eu também lia e praticava o Sutra Lótus”. Terminou Lanto o ensinamento.


(*) Esta meditação é utilizada pelos praticantes do Budismo Theravada (Ortodoxo), conhecida na língua páli como “metta bhávana” = amor bondade.